Por que devs irão ganhar menos?

Microsoft lança um onboarding digno de oscar e outras companhias para seu café

Boom do Ecommerce, empresas parem de copiar o mundo acadêmico, um onboarding digno de oscar e porquê os desenvolvedores vão ganhar menos.

Essa newsletter é trazida para você pela FlowCode. Se você desejar uma consultoria gratuita sobre produtos digitais, clique aqui para conversar conosco via whatsapp e marcar um papo 💙

E-commerce brasileiro passa de 35 bilhões em 2016 para 187 bilhões ano passado

O crescimento de 2021 para 2022 foi de 20%. Estes dados frios podem nos trazer muito mais revelações do que uma leitura rápida pode sugerir.

O que está por trás deste crescimento? A maturidade digital dos brasileiros está aumentando, sem dúvidas. Isso significa que as pessoas estão mais dispostas a comprar online e também, a criar negócios de comércio online.

A pandemia ajudou o aumento do volume financeiro, tanto que este mais que triplicou de 2019 para 2022.

Por outro lado, o que explica também este fato é o surgimento de novas plataformas de e-commerce, bem como a melhoria da usabilidade das existentes.

É o que sempre falamos, o e-commerce, na esteira da teoria de Moore, está cada vez mais acessível.

Não sabe o que é a teoria de Moore? Deixe um comentário ;).

Leia mais aqui.

Quando as empresas imitam o mundo acadêmico, só pode dar errado.

E não digo isto pela burocracia da produção de conhecimento no mundo acadêmico. Mas sim pela maneira de incentivar a produção.

Segundo este artigo da Vox, os cientistas eram incentivados a publicar descobertas únicas, novas. Quando se analisava ou replicava uma descoberta antiga, não havia subvenções para tais estudos. O que ocorreu? Uma onda de artigos que tentavam ser inovadores, mas a qualquer preço, sem nenhuma base científica plausível.

E isto pode ocorrer também numa empresa, relativamente ao pagamento de bônus por produção. Há de se tomar muito cuidado para entender quais ações devem ser incentivas e quais desincentivadas. Não há fórmula mágica, mas o que pode ajudar:

  1. Priorizar objetivos macros, não ligados apenas a um setor da empresa, mas sim à empresa como um todo;
  2. Pensar em métricas que desencorajam atitudes abusivas e excessivas, como prejudicar colegas e trabalhar mais do que oito horas por dia.
  3. Sempre avaliar se as métricas estão criando um ambiente saudável ou não, de modo a revisá-las e não deixá-las estáticas.

Leia mais aqui.

Onboarding tá diferente.

Microsoft criou uma série incrível para ajudar trabalhadores a entender as regras de compliance. E eles amam:

Ferramenta no-code da semana: Pay Here

Faça a gestão das subscrições B2B e crie páginas de checkout em poucos minutos. Nós mudamos o formato da ferramenta da Semana, e agora nós mesmo fazemos o teste da plataforma. Confira:

Infográfico da Semana: O que o pessoal da Bubble descobriu sobre No-Code?

A bubble pesquisa anualmente sobre o seu mercado de atuação, através do No-Code Sensus. E os insights são incríveis. Confira aqui.

Frase da Semana:

Não fique tentando vender seu negócio para qualquer empresa que nunca ouviu falar da sua. Assim que descobrirem que você é uma startup iniciante, ninguém irá te responder. Isto muda assim que sua empresa crescer.

Por Sam Blond.

ChatGPT e por que o Software vai fagocitar o próprio desenvolvedor?

Toda tecnologia disruptiva, assim como os LLMs (Large Langue Models), tecnologia base do Chat GPT, tem como consequência tornar barato o que antes era caro.

Isto ocorreu em diversas frentes:

O valor dos CPUS (unidade central de processamento) baixaram, assim os computadores pessoais foram possíveis. O preço dos servidores baixou, assim os PCs tiveram maior poder de processamento até chegar em serviços de nuvem. O valor do trânsito de informação diminuiu, o que levou à internet que conhecemos hoje. E o mesmo irá acontecer com o software.

Atualmente, o salários dos desenvolvedores é altíssimo por conta de uma alta demanda e pouca oferta. Ocorre que as LLMs são ótimas em criar e aplicar código.

De fato, isto trará mais oferta para criação de software e o valor dos salários irá cair. Assim, o grande déficit de software que temos no mundo irá diminuir.

Esta mesma conclusão pode ser tirada ao pensarmos na curva de "S" de tecnologias disruptivas. Sua potência vai aumentando pouco a pouco e - boom! - ela melhora muito em pouco tempo.

Acredita-se que o momento do boom ainda não chegou, de modo que ela deve se tornar muito melhor e pode levar a uma grande oferta na construção de software.

Apesar disso, não é porque está mais fácil criar softwares que uma boa arquitetura de dados, processo de desenvolvimento e profissionais de qualidade se tornam indispensáveis. O valor para criar até pode cair, mas o valor de profissionais que façam com que um projeto chegue ao fim no prazo, orçamento e qualidade esperadas, não.

------------------------

Essa foi a 12a edição da FlowLetter, newsletter que traz insights sobre cultura digital, economia, tecnologia e gestão para que você leve seu negócio ao próximo patamar.

💙 Se você desejar uma consultoria gratuita sobre produtos digitais, clique aqui para conversar conosco via whatsapp e marcar um papo.


Powered by beehiiv

Fale Conosco

Mais artigos